quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Velhos Hábitos (de Manhã).

Sempre trabalhei por turnos.
Apesar de já ter feito todos os horários possíveis e imaginários, trabalhar de manhã é o turno que me custa mais. O mais engraçado é que as manhãs têm o seu quê de engraçado.
Refiro-me aos hábitos das pessoas que encontro nas minhas manhãs. O velhote que toma o seu café mais a água de trinta e três centilitros; o casal de velhotes que pede sempre garotos; a senhora da loja do lado que bebe o café com uma pinga de leite; mais duas pessoas que gostam das suas chávenas aquecidas; a menina que come o seu pastel de nata acompanhado de uma meia de leite; o jovem casal dos cafés escorridos.
Estes e outros hábitos inundam as minhas manhãs de familiaridades. Estas criam laços estreitos, ainda que profissionais, com os clientes. No final, a cereja em cima do bolo: o sorriso com que os recebo e que me é devolvido. Esta é a melhor parte. Aquilo que por si só vale a pena pela manhã. No dia seguinte haverá mais do mesmo, certamente.
Velhos hábitos. No turno da manhã.



Escrito a 10 de Fevereiro de 2010, às 15h09m.

1 comentário:

Macaco dos Pneus disse...

Muito boa imagem!

Lembrou-me as manhãs em Lisboa quando tinha aulas ás 8 da matina e assistia a semelhantes rotinas!

abraço :)